Será que chegou a hora de pedir um financiamento estudantil?

Tempo estimado de leitura: 4 min

Resumo

  • 4 situações em que você deveria considerar um financiamento estudantil

 

Na última semana, um estudante de medicina nos procurou com uma dúvida que deve pairar na cabeça de muitas famílias: será que este é o momento certo de começar um financiamento?

Listamos 4 situações em que pode ser necessário iniciar o financiamento.

1- A sua família está tendo que abrir mãos de bens (como imóveis, carros), para quitar a sua faculdade?

O financiamento pode ser uma boa solução, já que os estudantes podem inclusive colocar o imóvel como garantia e não ter que vender um bem da família. Saiba mais.

 

2- A queda no padrão de vida está dificultando pagamentos importantes e essenciais, como serviços de saúde, boa alimentação, ou acesso de outros membros à universidades e estudos?

São seis anos de curso, e um tempo razoável de investimento de toda família. Financiar um percentual menor do curso pode garantir uma qualidade de vida familiar melhor e mais tranquila para todos os familiares, sem colocar outros sonhos de outros membros da família em risco, nem a saúde de todos, por exemplo.

 

3- A dívida com a universidade está aumentando a cada mês, e não há perspectiva breve de conseguir quitá-las?

Neste caso, recomendamos pedir o quanto antes. A dívida é um sinal claro de que a família não está dando conta de arcar com esse custo no momento, e mais, pode impedir a graduação e colocar em risco todo investimento que já foi feito pelo estudante nesta jornada.

 

4- A situação da família mudou drasticamente de uma hora para a outra, e não há tempo para se reorganizar em um curto espaço de tempo?

Durante a graduação em medicina, que é bastante longa, é normal que as famílias mudem de configuração – perder um emprego, falecimento de um ente querido, ou outros percalços são comuns. A questão que se coloca quando a situação familiar mudou é se há tempo para se reorganizar sem que as dívidas começam a aparecer ou todos os bens familiares sejam colocados à venda. Neste caso, vale uma avaliação, e se o panorama se encaixar nos três itens acima, considere um financiamento.

 

Caso necessário, conte com a Alume – nossas soluções são desenhadas para estudantes de medicina e suas famílias. Simule agora.

 

Saiba mais:

Como escolher seu financiamento estudantil?

Faça parte da Alume

Cadastre-se