4 dicas para conversar com seus pais sobre a faculdade de medicina particular

Você decidiu que quer ser médico(a). Antes de sair prestando vestibulares, é importante planejar com sua família dos próximos 6 anos de estudo – especialmente se as universidades particulares de medicina estão no seu radar.

Estudar medicina é uma graduação que demanda muito envolvimento da família como um todo. Claro que todos gostariam de uma aprovação em universidade pública de medicina, sem custo de mensalidade, e essa é a prioridade ao prestar as provas. Mas tendo em vista a concorrência altíssima e vagas insuficientes, a realidade pode se mostrar muito desafiadora. Ao prestar particulares, a relação candidato-vaga ainda é alta, mas abre um leque de opções maior. Em outro post aqui no blog demos 04 pontos importantes do que fazer 12 meses antes do vestibular e uma delas era o quão fundamental seria essa conversa. Agora, vamos entrar em detalhes do que você não pode esquecer de falar:

 

1 – Podemos começar a pensar em prestar particulares?

Muitas vezes a família se mostra relutante ao imaginar os custos altíssimos. Então, faça uma pesquisa bem-feita sobre as faculdades particulares que são interessantes, suas qualidades, o impacto delas na sua formação e os preços das mensalidades. Apresente esses dados a eles e discuta em conversas sérias (não precisa ser apenas uma, vá falando aos poucos). É realmente inalcançável ou com certo esforço coletivo seria possível?

 

2 – Mostre sua realidade e sua luta

Medicina é um curso concorrido seja em faculdades públicas ou particulares. Depende de muito estudo e deixar claro essa dedicação para eles será um aliado forte nas conversas. Deixe os joguinhos da Steam (serviço de jogos digitais) de lado, vá ao cursinho de manhã, passe as tardes estudando, durma cedo. Se empenhe na jornada. Fale com eles sobre as relações de candidato por vaga, as notas que são necessárias. Faça-os perceber que não é que você está desistindo de prestar a universidade pública ou quer um caminho mais fácil – mas que realmente os obstáculos são bem grandes e você está disposto a lutar mesmo assim.

 

3 – Lembre-os de que é um investimento que haverá grande retorno

Serão anos de muito empenho, mas quando terminarem você terá uma profissão impactante. Poderá ser financeiramente independente e colaborar com todos os familiares que te apoiaram na jornada. Um trabalho altamente relevante para a sociedade, cuidando de pessoas e sendo bem remunerado para prover conforto aos seus entes queridos. Valerá a pena!

 

4 – Saiba que a Alume pode ser seu plano B!

A partir do 3º semestre, caso sua família tenha algum imóvel, você já poderá solicitar o Alume Graduação e reduzir muito o preço da mensalidade, aliviando o sacrifício financeiro. Depois de formado, com seu próprio trabalho, será mais fácil arcar com esses gastos. A luta não precisa ser só dos seus responsáveis, você pode partilhar dessa responsabilidade com eles.

 

Conheça mais sobre o Alume Graduação aqui neste link. ☺

Faça parte da Alume

Cadastre-se